Plásticos

Plásticos

Os plásticos são derivados de materiais orgânicos naturais, tais como a celulose, carvão, gás natural, sal e, decerto, o petróleo bruto. O petróleo bruto é uma mistura complexa de milhares de compostos primeiramente destilado numa refinaria e logo após incorporado na produção de termoplásticos.

 

Com efeito, o petróleo bruto pesado é separado em grupos de componentes mais leves (fracções) no tratamento da refinaria. Como resultado, cada fracção é uma mistura de cadeias de hidrocarbonetos (compostos químicos de carbono e hidrogênio), que diferem em tamanho e estrutura molécular. Sobretudo a nafta desempenha um papel crucial na produção de plásticos.

 

A polimerização e a policondensação são os dois principais processos utilizados na produção de plásticos. Cada polímero tem estrutura, tamanho e características próprias.

 

Agrupamos, os plásticos em duas principais famílias de polímeros:

 

 

De facto o desenvolvimento dos plásticos começou há mais de 150 anos com o uso de materiais naturais com propriedades plásticas intrínsecas, como por exemplo, a chiclete.

 

Logo após, no processo de evolução, surge a borracha, nitrocelulose, colagénio e a galalita. Atualmente, existe uma a grande variedade de materiais sintéticos que reconhecemos como plásticos.

 

  • Alexander Parkes inventou, em 1855, um dos primeiros exemplares através da sua invençao Parkesine,
  • O  PVC polimerizou, pela primeira vez, em 1872
  • Posteriormente em 1907, o químico belga-americano Leo Baekeland criou o Bakelite, criou o primeiro plástico sintético produzido em massa.

 

Desse modo, após a criação de Baekeland, novos plásticos foram desenvolvidos com grande diversidade de propriedades.

 

A Adplast fornece sem dúvida uma ampla gama de aditivos que conferem características singulares aos seguintes termoplásticos:

 

 

 

 

Contacte-nos.

 

 

 

Este website utiliza cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar está a consentir que os cookies sejam guardados no seu browser.
Concordo