Masterbatches Agente Nucleante

Masterbatches Agente NucleanteMasterbatches AditivosPlásticosProdutos

Masterbatches Agente Nucleante

 

 

Os Masterbatches Cores, Combi ou Aditivos (incluindo masterbatches agente nucleante) com carriers sólidos ou líquidos visam colorir (masterbatch colorido) ou conferir outras propriedades (masterbatch aditivo) aos plásticos.

 

O Masterbatch é uma mistura concentrada de pigmentos e / ou aditivos encapsulados durante um processo de aquecimento numa resina transportadora (carrier) que é arrefecida e cortada em uma forma granular. O Masterbatch permite ao transfornador colorir polímero natural de forma económica durante o processo de transformação de plásticos.

 

As alternativas ao uso de masterbatches são a compra de uma matéria prima composta (que pode implicar um aumento de custo e uma menor flexibilidade, por título de exemplo, variabilidade de cores do produto), ou a mistura de matérias-primas no local (processo potencialmente problemático no que concerne a dispersão total dos corantes e aditivos e propenso à obrigatoriedade na aquisição materiais em quantidade superior às necessárias). Em comparação com pigmentos puros, os masterbatches exigem maior espaço de armazenamento com prazos de entrega superiores.

 

Como os masterbatches já são composições pré-misturadas, seu uso afasta problemas de aglomeração de aditivos ou corantes como ainda problemas de dispersão. O recurso a masterbatches permite ao transformador adquirir um menor número de graus de polímero, proporcionando desta forma condições de compra de matéria prima em escala.

 

Os masterbatches podem ser altamente concentrados (em comparação com a mistura final), com altos “índices de redução”. Um saco de 25 kg pode processar uma tonelada de matéria prima. A natureza relativamente diluída dos materbatches, se comparados com os aditivos em bruto, permitem maior precisão na dosagem de pequenas quantidades de componentes de custo elevado. A natureza compacta dos grãos de masterbatches sólidos elimina problemas com poeira, que são inerentes aos aditivos sólidos refinados.

 

Os masterbatches sólidos não contêm solventes e subsequentemente tendem a ter um tempo de vida útil mais longa se considerada a sua não evaporação. O masterbatch geralmente contém 40-65% de aditivo, mas o intervalo pode chegar a atingir valores entre 15-80% em casos extremos.

 

O carrier do masterbatch pode ser baseado numa cera (veículo universal) ou num polímero específico, idêntico ou compatível com o polímero a ser transformado. A título de exemplo, o EVA ou LDPE pode ser usado como carrier para poliolefinas e nylon, o poliestireno pode ser usado como carrier para ABS, SAN e, por vezes, policarbonatos.

 

Quando o carrier do masterbatch é incompatível com a matéria prima, o masterbatch pode modificar as propriedades do material transformado, pelo que sempre que tal se justifique, o transformador deve especificar as características da matéria prima.

 

A percentagem de utilização dos masterbatches em relação à matéria prima centra-se entre 1 a 5 %. Vários masterbatches (cor e aditivo(s)) podem ser combinados. Os equipamentos de transformação são geralmente alimentados com matéria prima e masterbatch. A homogeneização de ambos os materiais verifica-se na parte final do curso do fuso da máquina.

 

Por vezes, o sistema é propenso a efeitos adversos tais como a separação do masterbatch da matéria prima na tremonha da máquina. O masterbatch pode ainda ser adicionado directamente a fuso da máquina, como um sólido de fluxo livre ou, no caso de um masterbatch líquido através de uma bomba peristáltica. O recurso a masterabtches líquidos permite obtenção de dosagens altamente precisas a par de rápidas mudanças de cor entre produções.

 

Os masterbatches podem ser usados ​​na maioria dos processos, excepto moldagem rotacional, Plastisol e outros sistemas de resina líquida.

 

 

  • Aditivos Polybatch | Aditivos Padrão ou Personalizados

 

 

Masterbatches Agente Nucleante

 

Os aditivos nucleantes são amplamente utilizados para modificar as propriedades de vários polímeros. A taxa de cristalização e o tamanho dos cristais têm um forte impacto nas propriedades mecânicas e ópticas após a transformação do plástico, especialmente (mas não exclusivamente) no polipropileno.

 

A adição de aditivos nucleantes aos polímeros semi-cristalinos proporciona uma superfície na qual o crescimento de cristais pode iniciar. Como consequência, a rápida formação de cristais resultará na criação de vários cristais pequenos. Os tempos de ciclo na moldagem por injecção são reduzidos. As propriedades mecânicas como o módulo flexural, a força, a temperatura da distorção de calor e a dureza irão aumentar. A clareza e a transmitância irão melhorar.

 

Os aditivos nucleantes utilizados para optimizar as propriedades ópticas são chamados de agentes clarificantes.

 

 

Contacte-nos.

 

 

 

Este website utiliza cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar está a consentir que os cookies sejam guardados no seu browser.
Concordo