Plásticos

Plásticos

 

 

Os plásticos são derivados de materiais orgânicos naturais, como celulose, carvão, gás natural, sal e, é claro, petróleo bruto. O petróleo bruto é uma mistura complexa de milhares de compostos e tem de ser processado antes de poder ser usado. A produção de plásticos começa com a destilação de petróleo bruto numa refinaria. O processamento em refinaria separa o petróleo bruto pesado em grupos de componentes mais leves, chamados fracções. Cada fracção é uma mistura de cadeias de hidrocarbonetos (compostos químicos de carbono e hidrogênio), que diferem em termos de tamanho e estrutura das suas moléculas. Uma dessas fracções, a nafta, é o composto crucial na produção de plásticos.

 

Na produção de plásticos são dois os principais processos utilizados– polimerização e policondensação – e ambos requerem catalisadores específicos. Num reactor de polimerização, monómeros como etileno e propileno são ligados para formar longas cadeias poliméricas. Cada polímero tem características próprias, estrutura e tamanho, dependendo dos vários tipos de monómeros básicos usados.

 

Existem múltiplos tipos de plásticos, os quais podem ser agrupados em duas principais famílias  de polímeros:

 

  • Termoplásticos (que amolecem quando aquecidos e endurecem quando arrefecidos).

 

  • Termofixos (jamais amolecem depois de moldados).

 

O desenvolvimento dos plásticos começou com o uso de materiais naturais com propriedades plásticas intrínsecas, como o chiclete. O passo seguinte, no processo de evolução, envolveu a modificação química de materiais naturais, como borracha, nitrocelulose, colagénio e galalita. Finalmente, a grande variedade de materiais completamente sintéticos que reconheceríamos como plásticos modernos começaram a ser desenvolvidos há mais de 150 anos:

 

  • Um dos primeiros exemplos foi inventado por Alexander Parkes em 1855, que nomeou sua invenção Parkesine. Hoje o conhecemos como celulóide.

 

  • O policloreto de vinilo (PVC) foi polimerizado pela primeira vez em 1872.

 

  • Um grande avanço verificou-se em 1907, quando o químico belga-americano Leo Baekeland criou o Bakelite, o primeiro plástico sintético real produzido em massa.

 

Desde a criação de Baekeland, múltiplos novos plásticos foram desenvolvidos com uma grande diversidade de propriedades, os quais são facilmente identificados em residências, escritórios, fábricas e veículos.

 

A ADPLAST disponibiliza uma ampla gama de aditivos que conferem características singulares aos seguintes termoplásticos:

 

 

 

Contacte-nos.

 

 

 

 

Este website utiliza cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar está a consentir que os cookies sejam guardados no seu browser.
Concordo